Inglês: Diferencial ou essencial para um profissional de Comex?

Inglês é obrigação

Essencial! Nos dias de hoje, com o mercado de trabalho cada vez mais exigente e concorrido, o mundo globalizado em que vivemos e a empresas buscando recrutar cada vez mais os melhores profissionais, o domínio da língua inglesa se torna essencial para aqueles que almejam crescimento profissional, posições em empresas maiores e mais conhecidas e maior reconhecimento.

Em pouco tempo, o inglês se tornou fundamental para diversas áreas e setores, mas para o Comércio Exterior tem um peso ainda maior, pelo fato do profissional lidar diariamente com fornecedores, parceiros, prestadores de serviços e diversas outras empresas situadas fora do país. Além do fato de grande parte da documentação relacionada a uma operação de Comex – tem um vídeo no canal sobre este tópico – ser em inglês.

Em nosso dia a dia nos deparamos com diversos termos em inglês e que fazem parte da rotina de trabalho. É importante entender o que cada um significa dentro do contexto de cada situação na qual eles aparecem e também aprender a usá-los de forma profissional. Tais termos aparecem em e-mails, documentos, contatos telefônicos, questionamentos de clientes e tantas outras formas, e é preciso estar preparado para falar sobre cada um deles.

Atualmente, o inglês já é tido como pré-requisito em diversos processos de seleção para diferentes cargos, até mesmo em programas de estágio. A minha dica é que, ao preparar o currículo ou candidatar-se a uma vaga que exige certo nível de inglês, não minta ou omita o seu real conhecimento da língua, pois na maioria dos casos uma das etapas do processo é a entrevista e/ou teste em inglês, diante de um profissional. Informando, por exemplo, que o seu nível é avançado, quando na realidade é básico, e durante o teste o aplicador notar uma deficiência, você será desclassificado e também perderá pontos quanto a sua credibilidade profissional. Outra tática muito utilizada por pessoas que maquiam seus currículos é estudar antes da entrevista possíveis temas – em inglês – que podem ser abordados e decorar perguntas e respostas. Mais uma estratégia perigosa e por diversos motivos: o entrevistador pode perceber a fala “mecânica”, o tema da entrevista pode sempre mudar ou você pode, diante do nervosismo de uma entrevista, esquecer tudo que havia estudado e colocar tudo a perder. Lembrem-se: Sejam sempre sinceros quanto aos conhecimentos que possuem, demonstrem firmeza, boa vontade para aprender e tudo acontecerá na hora certa!

As demais línguas como espanhol, francês, alemão e até o mandarim (entre muitas outras, claro) são hoje um diferencial. Quanto mais bagagem você tiver, melhor você se apresentará ao mercado e chamará atenção dos recrutadores.

Se você não domina tantas línguas, não se preocupe! O importante é estar bem preparado com o inglês. Invista no desenvolvimento dessa língua, que é mundial e a mais utilizada por nós. Um currículo muito extenso não é garantia de emprego ou estágio, você precisa focar no que realmente é exigido pela vaga que deseja e dominar esses pré-requisitos. Além das habilidades técnicas ou formação acadêmica / teórica, muitas habilidades pessoais também são analisadas.

Keep calm and good luck on your journey!

Nathalia Amorim
@comexnapratica

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

'